Parabólicas podem atrasar o 5G brasileiro em três anos

A implantação do 5G brasileiro esbarrou em um problema que pode afetar milhões de pessoas em todo o país, tanto em áreas urbanas quanto em áreas rurais. Este ano, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) comprovou que o sinal da rede 5G interfere no sinal da TV aberta captado pelas antenas parabólicas, e proveniente dos satélites que operam na chamada banda C.

De acordo com as operadoras de telefonia, a migração completa para a banda Ku, e o desligamento da atual banda C, só poderia ser feito após todas as 12 milhões de parabólicas em operação no país terem sido adaptadas, o que pode levar três anos para ocorrer. Até lá, a rede 5G não poderia ser acionada, pois causaria interferência.

Título: Parabólicas podem atrasar o 5G brasileiro em três anos
Atualizada: outubro 11th, 2019
Autor: APW Brasil
« De volta para Notícias