Compartilhamento de Rede de Dados de Telefonia Celular

Você sabia, como proprietário, que o compartilhamento de torres e antenas de telefonia celular é uma tendência crescente? O compartilhamento de rede promove muitos benefícios para as operadoras celulares, incluindo a redução de custos e a expansão da sua cobertura celular em áreas onde o espaço para antenas e torres celulares é limitado. O compartilhamento de rede pode ainda ter um impacto positivo no meio ambiente, devido à otimização de recursos escassos.

O compartilhamento da rede cresce como alternativa econômica não somente de expansão da rede das operadoras, mas também para racionalização dos custos. Cada vez mais, as operadoras buscam formas de atuação conjunta para diminuir os custos da transmissão de sinal.

Existem diversos tipos de compartilhamento de rede de antena e torre celulares, mas os apresentados a seguir representam as formas mais comuns de compartilhamento de infraestrutura.

1. Compartilhamento do Local
Esse é o tipo mais comum de compartilhamento de rede e refere-se a duas ou mais operadoras de telefonia celular compartilhando a mesma localização, mas cada operadora instala suas próprias torres, antenas e gabinetes. Pode haver separação física de acordo com a área que cada operadora está alugando. Em alguns casos, as operadoras podem escolher dividir o equipamento auxiliar, como prateleiras, suprimento de energia e ar condicionado. As operadoras se beneficiam do compartilhamento do local através da redução do tempo que leva para a construção de novos locais, ao mesmo tempo em que aumentam suas chances de obter aprovação de planejamento, uma vez que a locação e licenciamento de locais é um processo demorado.

2. Compartilhamento da Estrutura
O compartilhamento da estrutura envolve operadoras dividindo a mesma torre. Neste caso, as operadoras de telefonia celular instalam seus próprios equipamentos e suas próprias infraestruturas de acesso, mas estas estarão ligadas à mesma estrutura física. Geralmente, as estruturas precisam ser reforçadas para suportar as antenas adicionais. O equipamento de suporte também pode ser compartilhado neste cenário, mas a cobertura das operadoras se mantem totalmente separada. Como levantar a estrutura compõe uma porcentagem significativa dos custos totais de construção, o compartilhamento entre as operadoras pode reduzir seu investimento consideravelmente.

3. Network Roaming
Para que network roaming seja possível, deve existir um acordo de roaming entre duas operadoras. Mesmo que não haja nenhuma divisão no investimento da infraestrutura, network roaming pode ser considerado um caso de compartilhamento porque o tráfico de um assinante de uma determinada operadora é encaminhado para a rede de outra operadora.

4. Compartilhamento de Rede de Acesso de Rádio
Este tipo de compartilhamento é o mais inclusivo, pois ele envolve o compartilhamento de todo equipamento de acesso, desde antenas e torres até equipamento de rádio e backhaul. Ele está se tornando popular entre as operadoras de telefonia celular, uma vez que é uma forma eficaz destas aumentarem sua cobertura. Para garantir que o acordo seja benéfico para ambas, deve haver uma troca de desempenho igual, não apenas de ativos similares.

5. Compartilhamento de Rede
Se uma operadora tem capacidade livre na sua rede, ela pode dividi-la com outra operadora que não possui tempo ou recursos para construir sua própria. Isso geralmente assume a forma de linhas de locação de operadoras mais estabelecidas. Diversas operadoras podem buscar compartilhar uma rede, de modo a dividir os custos de operação entre si.

Os tipos acordos de compartilhamento de infraestrutura podem variar entre países e de acordo com o nível de maturidade do mercado. Por exemplo, compartilhamento do local e roaming são mais populares nos estágios iniciais do desenvolvimento da rede. Conforme estas se desenvolvem, as operadoras podem buscar reduzir seus custos unindo ainda mais suas forças.

O setor de infraestrutura de telecomunicações tem um dinamismo muito grande, com mudanças significativas na maneira como as operadoras administram a rede. Esse contexto traz, ao mesmo tempo, oportunidades e desafios. Nosso profundo conhecimento sobre o funcionamento da indústria permite que apresentemos alternativas para os locadores de antenas e torres de telefonia celular, de modo que possam tirar o máximo proveito do contrato que possuem.

Entre em contato conosco para descobrir como você pode se beneficiar financeiramente de uma parceria de longo prazo com a APW Brasil.

Título: Compartilhamento de Rede de Dados de Telefonia Celular
Atualizada: novembro 20th, 2017
Autor: APW Brasil
« Voltar ao Blog