O Investimento em Contratos de Antena de Celular

O setor de infraestrutura de telecomunicações desenvolveu-se com base em um modelo de negócios em que as operadoras de telefonia celular locam espaços para construir seus equipamentos de transmissão de dados, no jargão técnico Estações Rádio Base (ERB’s). Esse modelo de gestão da rede, apesar de aumentar os custos operacionais das operadoras de telefonia celular, confere-lhes grande liberdade, pois estas podem alterar a localidade dos equipamentos com rapidez. A liberdade de atuação é fundamental para que as operadoras de telefonia celular possam se adaptar às mudanças tecnológicas e às necessidades de adaptação da rede de telecomunicações. Nesse cenário, o proprietário fica exposto a estratégias e situações de grandes empresas, que podem, a qualquer momento, impactar o aluguel proveniente de contratos de telefonia celular.

Nesse contexto, surgiu nos Estados Unidos o conceito de Investimento em Contratos de Locação de Telefonia Celular (em inglês cell tower lease prepayment ou cell tower lease buyout). Por meio de um alto pagamento à vista, a APW Brasil adquire a expectativa de créditos futuros e a gestão do contrato de locação de telefonia celular, assumindo integralmente o risco do proprietário. Nossos investidores buscam construir um grande portfólio de contratos de locação de telefonia celular e o proprietário tem a possibilidade de realizar investimentos mais seguros e rentáveis. Quando uma empresa tem a gestão de um vasto portfólio de contratos, como no caso da APW Brasil, consegue mitigar os riscos decorrentes destes contratos de locação de telefonia celular.

Em troca de um alto pagamento à vista o proprietário cede o direito de receber o aluguel pago pela operadora de telefonia móvel por um determinado período de tempo. No Brasil, essa operação é fundamentada na cessão de direitos creditórios, operação comum prevista pelo Código Civil Brasileiro. A cessão de créditos é um direito do detentor da expectativa de créditos e, salvo restrições contratuais, pode ser realizada a qualquer momento. A partir do momento em que a APW Brasil adquire a expectativa de créditos futuros e a gestão do contrato de locação de telefonia móvel, assume de forma definitiva o risco do contrato . Caso haja desinstalação ou redução do aluguel da torre de celular, o proprietário não tem a obrigação de retornar o recurso recebido.

Diversas variáveis e fatores de riscos como a localização da antena de celular, prazo de vigência do contrato, índice de reajuste do aluguel, condição financeira e crédito da (s) operadora (s), taxa de juros atual e obviamente o valor atual do aluguel, são consideradas e analisadas pela APW Brasil na elaboração de cada proposta de investimento.

Título: O Investimento em Contratos de Antena de Celular
Atualizada: outubro 15th, 2018
Autor: APW Brasil