Estabilidade na “Tempestade Global” – Os Benefícios da Venda da Gestão de Contratos de Telefonia Celular em Momentos de Extrema Volatilidade Financeira, Econômica e Política.

Tradução: Raphael Assumpção, Luciano Magalhaes

Por vários anos, o mundo tem sido varrido por fortes ventos da crise financeira, econômica e política. A cada novo dia, manchetes destacam a volatilidade na Europa e no mundo.

A volatilidade econômica global não pode ser ignorada, deste modo, o que isso significa para os executivos das operadoras de telefonia móvel ou proprietários de áreas que possuem uma antena de telefonia celular?

Em tempos de crise e volatilidade, ter estabilidade se torna cada vez mais difícil. Sabemos disso intuitivamente. Empregando o modelo Black-Scholes e outros métodos, é possível determinar um preço à volatilidade dos mercados financeiros. Sem se perder em algoritmos complexos, a premissa básica é: com o aumento da volatilidade, os custos dos instrumentos financeiros, tais como título de crédito, também aumentam substancialmente. Em outras palavras: com o aumento da volatilidade, o valor da estabilidade também cresce.

Durante os momentos de crise, pensando no futuro, os executivos das operadoras de telefonia celular vão procurar maneiras de diminuir a volatilidade em áreas relacionadas com a gestão, a confiabilidade e o desempenho a longo prazo de suas redes. Redes de telefonia celular são únicas no mundo da tecnologia, pois uma grande porcentagem dos “nodes” ou “hubs” das redes localizam-se em propriedades de terceiros. A título de exemplo, imaginemos que para cada seção de 200 metros de uma ferrovia, exista um proprietário, cada um com a capacidade de cobrar aluguel. Se este fosse o caso, as ferrovias teriam grandes dificuldades de funcionamento devido à “incerteza” ou volatilidade, criada por um grande número de locadores.

Economias de escala: seguindo o mesmo raciocínio, redes sem fio sofrem com a incerteza e a volatilidade criada pelo grande número de locadores que possuem antenas de celular em sua propriedade. Uma maneira simples de reduzir essa volatilidade é reduzir o número de locadores. Menos senhorios é igual a menos problemas e custos mais baixos. Este é o princípio fundamental de “economia de escala”.

As vantagens das economias de escala ficam claras quando se vê operadoras de telefonia móvel vendendo seus portfólios a empresas de gestão de torres de celular. O mesmo princípio que se aplica a vendas de torres também se aplica aos contratos de locação de telefonia celular. Com mais de 2.100 contratos de locação de telefonia celular em todo o mundo, as operadoras já estão se beneficiando ao ter a APW Brasil como senhorio. Não somos uma ameaça. Nós somos um parceiro de confiança a longo prazo. Outro benefício que as operadoras têm ao trabalhar conosco, é a nossa flexibilidade em definir os termos e condições do contrato de aluguel de antena de celular. Em tempos de crise financeira, econômica e política, é mais do que importante ter esses termos bem definidos.

Do mesmo modo que temos um modelo de negócios que interessa às operadoras de telefonia móvel em momentos de crise, os locadores também têm muito a ganhar em realizar negócio com a APW Brasil neste momento. Quando adquirimos um contrato de locação de telefonia celular nós assumimos todos os riscos contratuais, inclusive assumindo o risco da antena de celular ser desativada. Na atual crise global, o risco de ter um contrato encerrado foi consideravelmente aumentado.

“Tudo ou nada” vs portfólio: locadores enfrentam um risco de “tudo ou nada” com a renda que recebem das operadoras de telefonia móvel. Por exemplo, se um senhorio é dono de um edifício em Munique com uma antena de celular de uma operadora, o que acontece com esse aluguel quando a operadora de telefonia móvel decide encerrar o contrato? O senhorio perde todo seu aluguel. A título de exemplo, a Telefônica Alemanha pretende desativar mais de 16.000 “cell site” na Alemanha nos próximos anos, ou seja, este risco “tudo ou nada” é real.
A APWireless e suas afiladas atualmente possui um portfólio de mais de 2.100 contratos em todo o mundo. Quando adquirimos a gestão de um contrato de locação de telefonia celular, entendemos que há uma possibilidade de o contrato ser encerrado. Nossa avaliação de risco está incluída na oferta que fazemos aos proprietários, bem como as metas financeiras da nossa empresa. Alguns “cell sites” em nosso portfólio foram desativados. No entanto, por possuirmos um grande portfólio, quando esses “cell sites” são desativados, os riscos financeiros são reduzidos.

A APW Brasil atualmente possui um portfólio de mais de 2.100 contratos em todo o mundo. Quando adquirimos a gestão de um contrato, entendemos que há uma possibilidade de o contrato ser encerrado. Nossa avaliação de risco está incluída na oferta que fazemos aos proprietários, bem como as metas financeiras da nossa empresa. Alguns “cell-sites” em nosso portfólio foram desativados. No entanto, por possuirmos um grande portfólio, quando esses “cell-sites” são desativados, os riscos financeiros são reduzidos.

Os riscos de perder um contrato de locação de telefonia celular crescem com a crise global: com o aumento da pressão financeira nos os últimos anos, as operadoras de telefonia móvel têm buscado formas de reduzir suas despesas. Antes da crise financeira, os programas de compartilhamento de redes eram bastante limitados. Desde que começou a crise financeira, cada vez mais “cell sites” têm sido desativados. Analisando as estatísticas nota-se que durante este período houve mais desativações que a soma de todos os anos anteriores. O compartilhamento de rede está sendo ampliado no mundo. Conforme já dito, somente na Alemanha, a Telefônica e a E-Plus vão desativar 16.000 infraestruturas de telecomunicação nos próximos anos. Dado o risco de “tudo ou nada”, vê-se que os locadores não estão preparados para suportar o risco crescente de perda do contrato de locação de telefonia celular. Com nosso portfólio global, APW Brasil é capaz de reduzir esse risco. Uma das principais razões de os locadores escolherem a parceria com a APW Brasil é a eliminação dos riscos de o contrato ser encerrado pela operadora.

Não coloque seu aluguel debaixo do seu colchão – especialmente com o aumento dos riscos: a expressão “que não se deve colocar o seu dinheiro debaixo do colchão” é familiar. O significado é claro. Ao invés de deixar o dinheiro parado, você deve reinvesti-lo. Em um contexto de aumento dos riscos, é ainda mais prudente receber um alto pagamento à vista em troca do direito de recebimento de aluguéis de antena de celular que podem ou não serem pagos no futuro. Além disso, é possível gerar retorno sobre valor recebido antecipadamente, por exemplo, investindo esse valor recebido em outras oportunidades quem gerem mais renda.

Este artigo apresenta apenas alguns benefícios da parceria com a APW Brasil para operadoras de telefonia móvel e locadores. Estes benefícios são consideráveis em um ambiente econômico e político estável e, certamente, aumentam em tempos de maior incerteza. Considerando a tempestade financeira, econômica e política que se espalhou ao redor do globo, se você não pensou em fazer uma parceria com a APW Brasil, agora é o momento certo para aprender mais sobre como você pode reduzir seus riscos e obter mais lucros.

Título: Estabilidade na “Tempestade Global” – Os Benefícios da Venda da Gestão de Contratos de Telefonia Celular em Momentos de Extrema Volatilidade Financeira, Econômica e Política.
Atualizada: junho 16th, 2017
Autor: APW Brasil
« Voltar ao Blog